Universo Vasco

Maurício Souza explica substituições no 2º tempo, com saídas de Yuri, Gabriel Pec e Figueiredo

Estreante no comando do Vasco, Maurício Souza explicou após a vitória sobre o Londrina, suas decisões tomadas durante o jogo com relação a substituição de jogadores no cruzmaltino.

O técnico esclareceu que fez mudanças tanto táticas, quanto de necessidade para evitar problemas de expulsões, como também de desgaste físico dos atletas.

– Esse é o tipo de jogo que a gente acaba fazendo poucas mudanças de ordem tática. O Yuri sentiu cãibra, ficou um espaço grande ali, por mais que ele seja o guerreiro que ele é. O Zé é o que mais se enquadra na proteção, tem o perfil mais parecido, finca bem no meio da defesa, e a gente estava em um momento de receber muitas bolas longas. As outras mexidas não fugiram muito disso. A de ordem tática foi a entrada do Raniel.

Maurício ainda explicou que a saída de Gabriel Pec se deu principalmente devido a possibilidade do jogador acabar sendo expulso, uma vez que já tinha tomado cartão amarelo.

– O Pec acabou tomando o segundo amarelo e estava ajudando muito na defesa, então qualquer falta poderia ser expulso, não poderíamos de maneira nenhuma perder um jogador. E o Figueiredo também caiu com cãibras. Então as mudanças aconteceram muito mais por ordens emergenciais do que taticamente pensadas – concluiu.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: