Universo Vasco

Análise de Pedro Icaro: Vitória gigantesca do Vasco no Maracanã em jogo decisivo

VASCO 1X0 CRUZEIRO
ANÁLISE: PEDRO ICARO
VITÓRIA GIGANTESCA DO VASCO NO MARACANÃ EM JOGO DECISIVO

O dia dos Namorados reservou um grande duelo, o confronto entre duas camisas pesadas do futebol brasileiro, e que buscam voltar para onde nunca deveriam ter saído, a elite nacional. Vasco X Cruzeiro fizeram um jogo, digno de duas equipes que estão focadas com seu objetivo principal: o acesso. Foi dia do namoro vascaíno com o Maracanã, foi dia de mostrar que o Vasco é o time do amor, uma bonita festa no estádio e mais três pontos.

A energia que a grande torcida vascaína presente, mais de 60 mil presentes, jogou para os atletas do Gigante da Colina foi grande. Essa atmosfera contagiou o time, que foi guerreiro o tempo todo, vencia a maioria das disputas de bola, não dava espaço para o adversário, sufocava na marcação, e quando vacilava, tinha sempre um jogador se redobrando pra tirar, a exemplo de uma bola que Quintero se atirou e afastou o perigo.

O Cruzeiro não jogou uma partida ruim, foi um time que foi obediente taticamente e que tentou furar a defesa cruzmaltina, inclusive tendo chances, algumas parando no paredão Thiago Rodrigues e outras sendo empurradas pelo sopro da torcida vascaína e indo para fora.

A organização não era só cruzeirense, o Vasco também teve, mas o que foi nítido foi o comprometimento de seus jogadores para seguir a proposta de jogo.

E como foi dito, que cada bola surgia um guerreiro, não foi a toa que o gol acabou saindo assim. Da proposta reativa, Matheus Barbosa roubou a bola na defesa e já sabia o que iria fazer em seguida, lançar Gabriel PEC na esquerda.

O jovem gosta de colocar correria, e dessa vez não foi diferente, sua interação com Nenê é muito boa, e nisso saber onde o vovô garoto está, fica fácil. PEC rolou pra o camisa 10 que passava pela esquerda, e o cara da assistência colocou na área, lá tinha um Getúlio que apareceu como um foguete, de peixinho, pra marcar, Vasco 1 a 0.

Com o gol, o Vasco viu um Maracanã fervendo, uma torcida fazendo a festa e com isso o que já contagiava no 0 a 0, empurrou o time ainda mais pra segurar a vitória, mesmo com as tentativas do Cruzeiro.

  1. Uma vitória gigantesca, contra um time que vinha de oito vitórias seguidas, líder da competição. O Vasco se consolida no G4, continua invicto e faz sua imensa torcida ainda mais feliz.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: