Universo Vasco

Análise de Pedro Icaro: Vasco conquista + 3 pontos, com direito a pintura de Palácios

VASCO 3X0 OPERÁRIO
ANÁLISE: PEDRO ICARO
VASCO CONQUISTA + 3 PONTOS, COM DIREITO A PINTURA DE PALACIOS

O Vasco da Gama vem com tudo pela briga da ponta da tabela, e o estádio de São Januário parece que vem sendo um grande trunfo nesse campeonato, a torcida comprou o barulho e a cada partida vibra na arquibancada, o que vem transmitindo energia para os seus jogadores.

Caldeirão lotado e mais três pontos do Gigante da Colina, o vascaíno verdadeiramente ” SEXTOU”. Com a vitória o time se consolida ainda mais no G4, e fica somente um ponto atrás do líder Cruzeiro, que está com um jogo a menos.

O jogo em si não foi um dos mais fáceis, mas teve a eficiência como destaque em seu final na construção do placar.

O Vasco no primeiro tempo, marcou alto, tentou criar dificuldades para seu adversário, foi pra cima, se arriscando, mas não teve chances efetivas na etapa inicial.

O Operário veio de peito aberto, não veio com medo, queria os três pontos, arriscou, fez Thiago Rodrigues trabalhar, e no início do segundo tempo ainda carimbou a trave do goleiro vascaíno, com chute de Giovani Pavani.

Com a troca de tempo, o Vasco continuou na sua pressão para o tão sonhado gol da vitória. A dificuldade na armação era nítida, foi então que Carlos Palácios entrou. O chileno teve uma ótima oportunidade na área, mas bateu de chapa por cima, desperdiçando um dos ataques.

De tanto tentar, o Vasco abriu o placar, e valeu pela insistência de Nenê, que cobrou escanteio, a bola retornou e o meia teve nova chance de jogar na área. Valeu pela garra de Quintero, que estava lá para completar e marcar o primeiro do jogo e seu gol número 1 com a camisa do Vascão.

A partida dessa vez não ficaria em um único gol. O Vasco conseguiu pênalti no finalzinho. O vovô-garoto pegou a bola e bateu com aquela grande categoria, ampliando para 2 a 0.

E quando o placar se encaminhava para não ter alteração, quando Nenê já tinha saído, já nos acréscimos, eis que surge uma falta para o Vasco de forma frontal, uma ótima oportunidade de gol.

Se uma pessoa merecia tanto um gol pelo Vasco, era Palácios. Contra o Grêmio ele carimbou uma bola na trave e chorou muito, contra o Operário, no mesmo estádio São Januário, ele fez o Caldeirão ferver e bateu uma falta com muita categoria, relembrando Juninho Pernambucano. Vasco 3 a 0.

Uma vitória maiúscula de um time que mostra que não quer somente subir, quer ir mais além. O Vasco segue invicto, agora com 14 jogos de invencibilidade.

1 comentário em “Análise de Pedro Icaro: Vasco conquista + 3 pontos, com direito a pintura de Palácios”

  1. O Vasco cresceu muito nessa série B. No primeiro terço do campeonato, já mostra que é um dos favoritos para o acesso a Serie A. Que consiga manter esse mesmo padrão de futebol, conseguindo a vaga para a primeira divisão.

    Parabéns pelo texto rico de detalhes, Pedro Ícaro!

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: