Universo Vasco

Análise por Pedro Icaro: Mais um empate, mais um jogo fraco do Vasco na Série B

Era uma boa oportunidade do Vasco tirar a má impressão, que o time deixou na estreia, um futebol pobre e sem criatividade, porém os mesmos erros aconteceram e um novo empate ocorreu. O Vasco empatou a segunda em dois jogos e se vê pressionado nesse início de Série B, dessa vez a igualdade foi com o CRB, com novo placar de 1 a 1.

A estreia em São Januário já tinha sido um desastre, e por conta disso Zé Ricardo tinha que dar uma resposta, já que teve uma semana Inteira de treinamentos e a chegada de alguns nomes, alguns inclusive foram para o jogo, no caso de Erick, que entrou no segundo tempo e Gabriel Dias, que iniciou a partida.

Sobre o lateral direito, Gabriel Dias se mostrou melhor defensivamente do que Weverton, fechou algumas vezes entre os zagueiros fazendo uma linha de três, porém a primeira partida não foi brilhante, só serviu pra mostrar uma boa opção.

Já o atacante Erick, entrou na etapa final, teve algumas jogadas no 1 contra 1, mas com o coletivo fraco nas jogadas ofensivas, o atleta não conseguiu mostrar muito o seu potencial.

O Vasco penou novamente na construção das jogadas, muita ligação direta, com muitos erros de passes, tomadas de decisão equivocadas e falta de aproximação dos atletas. Se viu um time de ligação direta, que pouco foi efetivo.

Uma das raras jogadas de lucidez saiu o gol Cruzmaltino, onde Zé Gabriel conseguiu fazer um ótimo passe em diagonal pra Nenê pela esquerda, o camisa 10 cruzou pra área, na medida pra Raniel, que marcou seu segundo gol em dois jogos. Mostrando seu faro de gol.

Mas antes disso, o Vasco havia sofrido um gol. O CRB conseguiu se aproveitar de um corredor esquerdo vascaíno livre, onde Edimar bobeou, os volantes e os zagueiros bateram cabeça, e a equipe alagoana trocou passes até Richard completar, isso com 11 minutos.

O primeiro tempo terminou com o placar final do jogo, e o segundo foi truncado e sem fortes emoções, com exceção das defesas de Thiago Rodrigues após chute de Richard, e de Diogo Silva após cabeçada de Anderson Conceição.

O Vasco está pressionado, a próxima partida é fora de casa contra a Chapecoense. Zé Ricardo, talvez tenha uma semana pra fazer tudo que ele não fez até agora na Série B, colocar um time organizado taticamente e eficiente ofensivamente pra jogar. É início de campeonato, mas é preciso vencer.

 

Análise feita por Pedro Icaro

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: