Universo Vasco

Dinamite ou Zico? Quem foi maior em cada clube do “Clássico dos Milhões” ?

DIA DE CLÁSSICO DOS MILHÕES! Todos sabem que Dinamite e Zico foram grandes nomes do futebol brasileiro, mas qual deles mais marcou na história do seu clube? Dinamite para o Vasco ou Zico para o Flamengo?

A história de Roberto Dinamite no Vasco teve início  em 1969, nas categorias de base. Já em 1971 ele subiu para o profissional e fez sua primeira partida contra o Bahia dia 14 de novembro, com dezessete anos. O primeiro gol, que na verdade foi um golaço, aconteceu dia 25 de novembro, uma quinta-feira, contra o Internacional no Maracanã. Entrando no segundo tempo, no lugar do Gilson Nunes, Roberto recebeu a bola, driblou quatro jogadores e chutou no canto esquerdo, consagrando seu primeiro gol no profissional.

Reprodução do Jornal dos Sports noticiando o gol de Roberto Dinamite – Fonte: ocuriosodofutebol

Depois desse dia histórico, Roberto Dinamite ficou muito conhecido no mundo do futebol. Em 1979 foi transferido para o Barcelona, voltou para o Vasco em 1980 ficando até 1989 quando foi para o Portuguesa. Em 1990 chegou ao Campo Grande e em 1991 retornou ao clube Cruz-Maltino, onde se aposentou em 1993. E pela seleção jogou as Copas do Mundo de 1978 e 1982.

Dinamite, pelo Vasco, conquistou muitos títulos expressivos, como:

– Campeonato Brasileiro: 1974

– Campeonato Carioca: 1977,1982,1987, 1988 e 1992

– Taça Guanabara: 1976, 1977, 1986, 1987, 1990 e 1992

– Taça Rio: 1975, 1977, 1980, 1981, 1984, 1988 e 1992

– Torneio Quadrangular do Rio: 1973

– Copa Cidade de Sevilla: 1979

– Copa Manauense: 1980

– Troféu Colombiano: 1980

– Copa João Havelange: 1981

– Troféu Cidade de Funchal: 1981

– Torneio de Verão: 1982

– Troféu Ramón de Carranza: 1987, 1988

– Copa Ouro: 1987

Dinamite em 754 jogos pelo Vasco, marcou 475 vezes. Desses gols marcados, 27 foram contra o Flamengo, se tornando o maior artilheiro do “Clássico dos Milhões”.

Foto: ogol

Por outro lado, temos o Arthur Antunes Coimbra, mais conhecido como Zico. A história no Flamengo teve início em 1967, também nas categorias de base. Sua estreia foi em 1971, em uma partida contra o rival Vasco da Gama, cujo placar terminou 2 a 1 para o time rubro-negro, dando um passe para o João Batista de Sales, conhecido como Fio Maravilha, marcar o gol. Mas Zico foi se firmar como titular apenas em 1974, depois de passar por uma intensa preparação de fortalecimento muscular.

Foto: radioglobo

Depois de se firmar no time titular, a conhecida “Era Zico” no time rubro-negro havia iniciado. Em 1983 foi transferido para o Udinese, em 1985 voltou para o Flamengo, onde fez sua aposentadoria em 1989. O curioso é que ele foi anunciado em 1991 pelo Kashima Antlers, para tentar alavancar o futebol Japonês na época. Após o término da segunda edição da J-League, o Zico anunciou oficialmente sua aposentadoria. Pela seleção, Arthur Antunes Coimbra disputou as Copas do Mundo de 1978, 1982 e 1986, onde ficou marcado pelo pênalti que perdeu contra a França.

Zico, pelo Flamengo, conquistou muitos títulos expressivos, como:

– Copa Intercontinental: 1981

– Copa Libertadores da América: 1981

– Campeonato Brasileiro: 1980, 1982 e 1983

– Copa União (Módulo Verde): 1987

– Campeonato Carioca: 1972, 1974, 1978, 1979, 1981, 1986

– Taça Guanabara: 1972, 1973, 1978, 1979, 1980, 1981, 1982, 1988, 1989

– Taça Rio: 1978, 1985, 1986

– Troféu Ramón de Carranza: 1979 e 1980

Zico em 588 jogos pelo Flamengo, marcou 402 vezes. Desses gols marcados, 19 foram contra o Vasco, se tornando  o segundo maior artilheiro do “Clássico dos Milhões”, por parte do Flamengo.

Foto: Twitter @tntsports

E hoje, quem vai decidir esse clássico histórico? Deixe sua opinião!

 

Por João Victor Barros

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: