Universo Vasco

Empresa cobra o Vasco por não pagamento de refeições

Empresas de refeições com sede em São Januário entraram com processo cobrando uma dívida do Vasco por conta do não pagamento de comidas. A cobrança chega a R$ 1.661.507,15.

Em 2018, o Vasco fechou contrato com as empresas para o fornecimento das refeições.

“Após inúmeras reuniões, promessas de quitação, comunicados, telefonemas, verificou que não estava presente o interesse de pagamento, apenas um conjunto de atos procrastinatórios”, declararam as empresas.

Ainda assim, com um bom relacionamento com o clube, as empresas atenderam a pedido do Vasco e firmaram um “Instrumento Particular de Confissão de Dívida” do clube. As refeições seguiram sendo fornecidas, mas a empresa afirmou que o Cruz-Maltino não cumpriu com o pagamento acordado.

Agora, as empresas querem que o juízo dê três dias para que o Vasco pague a totalidade do acordo. Caso contrário, já pede a penhora nas contas do clube. Por conta do recesso do Judiciário, uma decisão só deve sair, caso o plantão da Justiça não seja questionado, apenas em 2021.

Mais do que em outros anos, o Vasco vem sofrendo processos na Justiça semanais, na última semana 3 processos chegaram a São Januário, envolvendo joalheria, areia lavada e vitaminas.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: