Universo Vasco

Após tentativa contra contas do Vasco, empresa quer penhorar patrocinadores do clube

A “Irmãos Fernandes Comércio de Materiais de Contrução LTDA” recorreu à Justiça para penhorar verbas de patrocínios do Vasco em razão de uma dívida de R$ 44 mil, pela compra de 570m³ de areia lavada em janeiro de 2019. A empreiteira indicou as instituições que são exibidas na camisa: Havan, Banco BMG, TIM e Netbet.

O pedido acontece depois de uma tentativa de penhora das contas bancárias do clube. Na ocasião, foi encontrado um valor “ínfimo diante do valor a ser executado”, ou seja, encontraram uma quantia inferior à pedida nos cofres do clube, algo assustador se imaginando como o Vasco.

O Gigante havia feito um acordo, mas voltou a ser acionado pela empresa, pelo não cumprimento do trato firmado em fevereiro. A dívida era a de R$ 38.943,52.

O acordo não cumprido era para que o Vasco pagasse a dívida em cinco parcelas no valor de R$ 6.160,00. O clube teria que pagar um valor de entrada em R$ 9.200,00 à empresa, além de R$ 4.000,00 em honorários advocatícios aos credores. O que não foi cumprido.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: