Universo Vasco

Sá Pinto critica o VAR em estreia, e diz que Vasco merecia resultado melhor

O Vasco foi derrotado pelo Corinthians por 2 a 1, na última quarta (21), na estreia do técnico português Ricardo Sá Pinto. Ele analisou o desempenho do time e classificou o resultado do confronto em São Januário como injusto. O novo comandante se mostrou orgulhoso e mostrou muita confiança em retomar o caminho das vitórias no Campeonato Brasileiro.

– Nunca poderíamos ter perdido esse jogo. Foi uma injustiça muito grande. Disse aos jogadores que estou orgulhoso pelo o que eles tentaram fazer. Foram agressivos, lutaram e acreditaram. Fomos muito bem. Foi um bom jogo de futebol, mas não merecíamos ter perdido. Mas o processo é esse. Estou triste com o resultado, pelos jogadores, pela torcida. Mas o caminho é esse. Estou muito confiante em relação ao futuro – disse Sá Pinto.

O treinador completou falando sobre o comportamento dos jogadores em sua estreia e analisou o que precisa ser feito para melhorar e evoluir na competição, ressaltando que o Corinthians atuou no erro e conseguiu ser feliz nas oportunidades que chegou:

– A forma como preparamos o jogo e como os interpretaram o jogo foi boa. Houve uma melhora em diversos aspectos com apenas dois dias de trabalho. O lado estratégico, a organização defensiva… trabalhamos para o time estar mais compacto e junto. Também melhorar o pressionar o adversário, enfim, tivemos mais capacidade de ter posse de bola. Tivemos uma posse de bola ativa, no campo do adversário. Chegamos à área de finalização, controlamos o adversário em vários momentos. Não sei se nos últimos tempos o Vasco teve tanta posse de bola como hoje. O adversário veio jogar no nosso erro e no contragolpe. Estou orgulhoso como o time tentou melhorar o seu jogo na defesa e no ataque. Estivemos melhores, mas não fomos perfeitos. É o trabalho de repetição que nos fará melhorar mais.

Sá Pinto ainda falou, rapidamente, sobre a atuação do VAR, que ignorou a falta em Parede no lance que culminou no segundo gol do Corinthians:

– Não sei como o VAR, que vê tudo e mais um pouco, não viu esse lance. Seria mais justo termos o empate.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: