Universo Vasco

Ídolo, Pedrinho revela “censura” da diretoria à ex-jogadores membros da oposição

Pedrinho é um dos maiores ídolos da história vascaína, quem não se lembra do dedo apontando silêncio para a torcida do rival em pleno Maracanã? Ou do chapéu em Eriksen, então no Ajax, em sua partida de despedida em São Januário.

Apesar disso, o ex-jogador do cruzmaltino não tem sido tratado tão bem assim pela diretoria, ao menos, em relação à sua imagem no clube.

O ídolo relevou através de seu Instagram que um bandeirão feito em sua homenagem, justamente relembrando o clássico contra o rival no Maracanã, foi proibido de aparecer em São Januário. Além de qualquer refer~encia à sua pessoa, a proibição também valeria para outros ídolos, como Felipe e Edmundo, que também fazem parte da oposição à atual gestão.

– Está proibido hoje em São Januário abrir bandeiras minhas, do Felipe ou Edmundo, proibido. Mas a sujeita é tão grande, que se bobear no jogo vão liberar para não ficar ruim! – enfatizou o ex-meia.

Vale lembrar que os três integram a chapa Sempre Vasco, liderada por Julio Brant, que venceu a última eleição do clube, mas acabou não assumindo o mesmo após uma revitavolta no Conselho, que elegeu Alexandre Campello, atual mandatário.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: