Universo Vasco

122 anos de um Gigante: Orgulho da Cruz de Malta no peito

Neste dia, 21 de agosto de 1898 nascia um Gigante. Já faz 122 anos. Caramba, muita coisa não? São 122 anos de luta contra o racismo, contra o preconceito, a desigualdade. Algo que deveria ser natural para os dias de hoje, mas, o Vasco já faz isso há tanto tempo! Não somente há 2 décadas.

É muita história minha gente, muita história para contar. E por onde começar? Bem, podemos recordar alguns pontos interessantes, como o Vasco ser o primeiro clube a aceitar negros, operários no time, na torcida, em sua totalidade, mesmo quando foi obrigado a retirá-los do time, o que o Vasco fez? Saiu do campeonato. Ou melhor, foi expulso do campeonato pela então “elite”.

O Vasco se recusou retirar seus atletas negros do time, e por isso foi chutado, mas nunca se envergonhou disso, pelo contrário. Ainda criou um estádio por também ser obrigado a ter um, e criou o estádio como? Com os negros, com os torcedores, de todas as raças e etnias, por que o preconceito nunca foi enraizado na história do Vasco.

O Vasco não usa estádio emprestado, não, usa quando lhe convém, mas há 90 anos não é mais obrigado à isso, tem sua casa, onde se sente a vontade, e o torcedor tem o orgulho de bater no peito e falar: Eu fiz São Januário. E mais, você torcedor ainda tem o orgulho de gritar no peito e dizer que também fez o nosso CT, um marco histórico do nosso gigante, que sempre estará marcado na memória e na história. Não importa se você apoiou financeiramente ou não. Acredite, você está na história do Vasco, sempre estará e jamais será esquecido por isso, vascaíno, vascaína.

Podíamos parar por aí, mas ainda temos a associação em massa, feito inédito na história do futebol com 180 mil associações em 1 mês, meu caro, isso é único, isso é Vasco. Contudo, fomos ainda mais além! E renovamos os planos em mais de 100 mil associações novas! Isso tudo em uma época de pandemia global, onde a economia do país e do mundo entrou em colapso, ainda assim o torcedor não abandonou o time, seguiu firme, de todas as formas possíveis além da financeira. E isso, torcedor, não tem preço.

Somos o único clube do mudo que por mais que esteja em situação complicada, a torcida é a única que sempre segue, sempre lota o estádio, não importa o que aconteça. E não me venha falar que Flamengo ou Corinthians também fazem isso, por que não fazem. Esse aqui é o único clube que mesmo na pior, o torcedor lota São Januário, ou o Maracanã se for preciso. Colocamos 70 mil no Maracanã mesmo se lutarmos contra o rebaixamento, pelo título, ou por nada, sempre lotamos quando o Vasco precisa. Infelizmente devido a pandemia hoje não podemos estar presentes ao lado do Gigante, mas saiba, ele sente nossa presença de onde estivermos. E mesmo de longe começamos a campanha por 1 milhão de inscritos na VascoTV, a nossa torcida simplesmente não pára!

Portanto, meu caro torcedor, e torcedora, tenha orgulho de botar a cruz de malta no peito, e fazer parte da maior instituição do planeta. O pioneirismo pela causas nobres e sociais, nosso clube e você estão marcados na história. Bata no peito e diga: “Eu sou Vasco da Gama”.

Não escolhi. O Vasco me escolheu. Parabéns, meu eterno Gigante, Club de Regatas Vasco da Gama, 122 anos.

“Nunca vão entender esse amor.. Vasco da Gama.. pra sempre, vou te amar!”

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: