Universo Vasco

Vasco deixa de arrecadar receita com lançamento e venda de camisas online e vê Atlético-MG fazer sucesso

A diretoria vascaína já bateu o martelo, e garantiu que a venda de camisas online, com o lançamento do novo uniforme da Kappa, não será realizado pelo clube.

Com o argumento de que, as vendas seriam muito menores, se considerando a comparação com o lançamento físico, o clube afirmou que tal ação não valeria à pena.

Entretanto, outro clube brasileiro provou o contrário. O Atlético-MG resolveu fazer diferente e lançou sua nova camisa em meio à pandemia, e o que para os vascaínos seria um erro, para os mineiros virou uma grande fonte de receita.

O clube mineiro bateu 10 milhões em vendas do novo uniforme, ainda dividindo as vendas em duas categorias: não-sócios e sócios do clube.

Àqueles que são sócios podem adquirir imediatamente o uniforme a partir de R$ 169,99, enquanto que após as primeiras 92 horas do lançamento, os não-sócios poderão comprar pelo valor de R$ 225,99.

A diretoria mineira dá uma aula e mostra que se pode sim investir mesmo em meio  à pandemia, e tem tudo para arrecadar fundos consideráveis para os cofres do clube.

Enquanto que, o Vasco, que enfrenta crise financeira, prefere evitar aderir a uma novidade que pode gerar uma receita essencial ao clube, que deve meses de salários aos jogadores e funcionários.

Vale lembrar também que, a Kappa, fornecedor de material esportivo do Vasco, ainda não finalizou a produção das peças, e devido à pandemia, sua produção diminuiu consideravelmente. Por conta disso, não poderiam de toda forma já começar a disponibilizar o material para a venda no cruzmaltino.

Todavia, com um planejamento adequado, o clube de São Januário poderia ter se adiantado a tal situação.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: