Universo Vasco

Roberto Monteiro abre o jogo sobre possível candidatura à presidência e eleições diretas

O presidente do Conselho de Beneméritos do Vasco, Roberto Monteiro, participou de uma live no canal Fut_bolaço Vasco, onde comentou sobre assuntos relacionados ao gigante, além de esclarecer posições políticas, referentes à eleição que ocorrerá no fim do mês.

Dentre os assuntos abordados, Monteiro comentou sobre a possibilidade de se realizar a aprovação das eleições diretas do clube, sem necessariamente passar pela reforma do estatuto, para fins de acelerar o processo de votação.

Monteiro foi taxativo, mas explicou que a possibilidade não existe, e também reiterou que as eleições estão mantidas, mesmo com a pandemia ainda em alta.

– Não é possível (aprovar diretamente as eleições), a decisão do Conselho Deliberativo que aprovou as diretas foi dentro da reforma do estatuto, não tem como destacar uma matéria de dentro do estatuto, desorganizaria todo o resto.

– Estão mantidas, só se houver algo extraordinário, como uma segunda onda da pandemia, da quarentena, de fechar tudo novamente – conclui comentando sobre a chance das eleições serem adiadas.

Integrante da Junta Deliberativa do Vasco, Monteiro também voltou a analisar a chance de impeachment do presidente Alexandre Campello, que foi ausência na última reunião da Junta, e que pode ser punido devido à isso. Monteiro passou panos quentes sobre a possibilidade de Campello ser retirado da presidência de modo imediato.

– O pessoal sempre estica um pouco mais a corda, qualquer coisa impeachment né, a verdade é que qualquer infração é sujeita a punição. Mas vamos aguardar o cumprimento da decisão judicial, não queremos dar instabilidade, só queremos avaliar.

Questionado ainda sobre a possibilidade de ser candidato à presidência do Vasco, pelo grupo Identidade Vasco, Monteiro descartou.

– Esse ano não coloco meu nome à disposição para candidatura. Vou apoiar aquilo que o grupo decidir, vou acompanhar. A princípio não teremos candidatura, mas caso tenha algo, será em oposição à atual gestão. Dialogamos com candidatos neste sentido, e definiremos no começo de julho provavelmente.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: