Universo Vasco

Renovações dos planos de sócio salvarão o Vasco de um colapso financeiro (mas ainda é preciso mais)

77 mil, esse é o atual número de renovações feitas até o presente momento dessa matéria, os números já surpreendem por si só, e mostram a paixão da torcida vascaína, mesmo em época de pandemia, em corresponder ao clube e ajudar.

O Vasco recentemente pagou um mês de atrasados aos jogadores, o mês de janeiro foi quitado, e um mês de direitos de imagens a alguns atletas. E foi só.

O clube segue respirando por aparelhos, precisando de verbal ainda para cumprir não só com os atuais débitos, ainda faltam os meses de fevereiro, março e abril (maio só vence em 20 de junho), a serem quitados, além dos que ainda virão. A venda de Marrony ao Atlético-MG pode aliviar as contas, mas até quanto dependeremos disso?

O lado “positivo” disto tudo, é, imaginar que, sem as novas renovações em massa, o cenário do clube estaria insustentável, inclusive para o pagamento de contas básicas.

A torcida tem novamente papel fundamental, foi dela que saiu o dinheiro para o pagamento dos funcionários do clube, que mais sofrem nesse momento, através de iniciativas como a venda de ingressos simbólicos e as receitas da Batalha de Gigantes.

E foi dela novamente, da torcida, que vem toda a receita das 77 mil adesões e renovações.

O clube tem mais que agradecer, como sempre, ao seu apaixonado e fiel torcedor, imagine suportar uma crise financeira, sem receita, sem jogos, vendas de atletas, com um plano de cerca de 35 mil associados?

Certamente o clube entraria na pior crise de sua história, e ouso dizer que jamais sairia. Só não estamos nela devido ao seu apoio, sua crença em um Vasco melhor, torcedor, torcedora.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: