Universo Vasco

Nem mesmo 16 atletas infectados impedem a diretoria do Vasco de mudar os planos pelo retorno das atividades

O Vasco não deverá mudar o cronograma planejado para o retorno das atividades, ainda que os exames realizados na última semana tenham detectado um total de 16 jogadores infectados pelo coronavírus. O clube inclusive é o que possui o maior número de casos do vírus em seu elenco.

Segundo o clube, a quantidade dos infectados apenas diminui o número de atletas que participarão das atividades neste primeiro momento. Aqueles que apresentaram resultados positivos aos testes ficarão em isolamento para, após, serem submetidos a novos exames.

Para o presidente Alexandre Campello, a diretoria (e ele) acertaram em agilizar a volta aos treinos, uma vez que mesmo em isolamento, alguns dos jogadores apresentaram sinais de infecção. Mas ainda, a situação levanta outra pergunta: Será que os atletas respeitaram mesmo as regras e orientações do clube?

O clube está seguindo o protocolo de segurança “Jogo Seguro”, debatido entre autoridades e especialista em saúde, para que seja mantida a integridade dos atletas e funcionários do clube.

Vale lembrar que, o clube corre risco de eventuais processos em caso de jogadores que estiverem treinando em suas dependências (ou jogando), forem contaminados.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: