Universo Vasco

Bem fisicamente, Martín Benítez abre o jogo sobre sua adaptação ao Rio, e ao Vasco

Participante da última live na VascoTV, na quinta-feira, o meia Martín Benítez, um dos reforços mais recentes do clube, conversou com os torcedores e comentou sobre diversos assuntos, entre eles, sua adaptação ao Brasil.

Benítez relembrou que esta é a primeira vez que sai da Argentina, uma vez que passou toda sua carreira (9 anos), no Independiente, mas, ressaltou sua alegria por estar no Vasco. Ele também foi sincero ao falar sobre sua adaptação no Rio.

– Estou podendo falar outro idioma porque eu só joguei no Independiente. É uma experiência nova. Muito contente de poder estar aqui no Vasco. Não joguei muito, mas fui ver os jogos e gostei muito da torcida do Vasco. Estou muito contente de poder estar aqui. Ainda não (totalmente adaptado), porque aconteceu esta pandemia. Fiquei em casa e nada mais. Não podia sair.

O meia argentino também comentou sobre sua forma física, vale lembrar que Benítez sofreu uma pequena lesão na perna direita após o jogo de volta contra o Oriente Petrolero, pela Sul-Americana.

– Estou treinando para poder cumprir as expectativas que tem o torcedor, a diretoria e todo mundo do Vasco. Estou muito contente de estar aqui.

O jogador também repetiu uma frase que deu recentemente, onde comparou os torcedores do Vasco aos argentinos, no quesito fanatismo.

– Sempre falo que torcedores de Argentina e do Vasco são muito parecidos. Na Argentina, todos são muito fanáticos como aqui. O torcedor do Vasco me surpreendeu muito. Foi muito lindo jogar como mandante.

Martin Benítez também comentou sobre a situação do Vasco na temporada, e as expectativas para o decorrer da mesma, agora com o Carioca prestes a retornar.

O meia ressaltou que o time está vivo e brigando em todas as competições ainda, segundo o próprio, ainda há muitas alegrias a serem dadas para a torcida este ano.

Benítez tem contrato de empréstimo com o Vasco até o fim de 2020. O cruzmaltino possui opção de compra do jogador, mas devido a crise financeira e a pandemia, sua permanência é incerta.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: