Universo Vasco

Volta aos treinos divide elenco do Vasco, mas também o departamento jurídico

A possibilidade da volta aos treinos tem dividido o elenco vascaíno, parte dos atletas estão insatisfeitos principalmente devido aos atrasados nos seus vencimentos, ainda não pagos em 2020. Os jogadores inclusive cogitaram uma greve, mesmo que a liberação dos treinos seja concedida.

Entretanto não são apenas os atletas que se dividem sobre o retorno ou não das atividades, parte do departamento jurídico do clube também não está de acordo com a ideia.

O advogado Paulo Reis, sócio do escritório que trabalha com o Vasco em ações judiciais diz que o clube corre riscos de processos caso algum jogador ou funcionário seja infectado pelo coronavírus:

– Poderá se considerar juridicamente como um acidente de trabalho, e causar mais problemas ao clube – disse o advogado, por meio de nota.

O presidente Alexandre Campello tem insistido na volta das atividades o mais breve possível, mesmo que, a situação da saúde no país reflita o contrário do que se é necessário. Campello se reuniu com o presidente na República, Jair Bolsonaro, para tratar sobre o assunto inclusive.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: