Universo Vasco

Com gols, Werley vive início de temporada adverso ao Vasco

Com pouquíssimas chances de classificação no Carioca e tendo sofrido com classificações suadas na Copa do Brasil e na Sul-Americana, o ano do Vasco tem tudo para dar mais desespero ao seu torcedor.

Há apenas um ponto a se ressaltar, se é que isso é possível: A defesa. A zaga titular levou apenas seis vezes em 11 partidas. E um dos responsáveis pelo rendimento é o zagueiro Werley. Ele inclusive tem aparecido bastante no ataque também, não atoa hoje é o vice-artilheiro da equipe, com dois gols.

Os dois gols do zagueiro saíram em um único jogo porém, contra a Portuguesa. Entretanto, o fato tirou um certo peso das costas de Werley, isso por que o jogador costumava marcar mais gols, no Grêmio onde teve sua melhor fase, o atleta chegou a balançar as redes 14 vezes. Desde 2018 no Vasco, Werley entretanto não havia marcado gols.

Sobre o bom momento defensivo, Werley crê na longevidade do quinteto com Castan, Pikachu, Henrique e Fernando Miguel seja o mais fundamental.

– A gente já se conhece há muito tempo, está junto desde 2008. Me sinto muito bem ao lado do Castán, o conheço desde a base do Atlético-MG. Apesar de ele ser dois anos mais velho, a gente se conhece há muito tempo. Casou bem. Desde 2018 a gente tem feito grandes jogos. No ano passado, a gente só tomou um gol na Taça Guanabara em que fomos campeões invictos.

– Nossos números em geral são muito bons. Henrique, Pikachu e Fernando estão há muito tempo. Acho que todos têm se ajudado muito no sistema defensivo. Quando não leva o gol, não é mérito só dos dois zagueiros. É o geral, são os volantes, são os atacantes que recompõem. Quando se leva muito gol também, a culpa não é só dos dois zagueiros.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: